Na noite de ontem, 1, Olivia Holt anunciou em suas contas oficiais do Instagram e Twitter que irá performar algumas músicas no reality show estadunidense “Bachelor in Paradise”. Os episódios possuem em média mais de 3 milhões de espectadores.

O episódio vai ao ar na próxima terça-feira, 7 de setembro, às 21h (horário de Brasília).

Confira clicando em qualquer miniatura abaixo vários stills da Olivia Holt no episódio:

olivia_281029.jpg olivia_28329.jpg olivia_28529.jpg olivia_28129.jpg

Postado por Arthur no dia 03 de setembro de 2021

Aconteceu na noite de ontem, 29, a premiação Hollywood Critics Association de forma remota devido ao aumento dos casos de COVID-19 nos Estados Unidos.

“Cruel Summer”, série de drama e suspense protagonizada por Olivia Holt e Chiara Aurelia recebeu uma indicação na categoria “Melhor Série de Drama da TV a Cabo” por sua transmissão na emissora norte-americana Freeform. A série ganhou em sua única categoria indicada e as duas protagonistas receberam o prêmio em nome de todo o elenco. Confira o vídeo do momento:

A primeira temporada de “Cruel Summer” está disponível na Amazon Prime Video e a segunda estreará em breve. Fiquem atentos para maiores novidades!

A premiação completa pode ser assistida no player abaixo:

Postado por Arthur no dia 30 de agosto de 2021

SAIU! Está disponível em todas as plataformas digitais o remix do último single da Olivia Holt, “Next”, feito por Bruno Martini.

O remix também recebeu uma versão reciclada do clipe oficial de “Next”, assista:

Postado por Arthur no dia 20 de agosto de 2021

A divulgação tá começando? Ninguém sabe! Olivia Holt esteve hoje, 19, nos estúdios da MTV e se apresentou ao vivo durante transmissão feita pelo Instagram da emissora. A atriz e cantora começou cantando uma nova música, “Drop”, que, segundo ela, será lançada muito em breve, seu cover de “Today”, da banda The Smashing Pumpkins, e seu novo single, “Next”.

Assista ao vídeo abaixo:

Postado por Douglas no dia 20 de agosto de 2021

E veio aí! Olivia Holt acabou de divulgar em sua conta oficial do Instagram que o seu último single, “Next”, ganhará um remix feito pelo DJ Bruno Martini.

A faixa deve estar disponível muito em breve em todas as plataformas musicais, muito provavelmente nesta sexta-feira.

Animados?

Postado por Arthur no dia 19 de agosto de 2021

A Flaunt Magazine divulgou, agora há pouco, em seu site oficial uma matéria contendo uma conversa que tiveram com a Olivia Holt sobre, basicamente, “Cruel Summer” e seu novo projeto musical, “Next”. O artigo acompanha um estonteante ensaio fotográfico que pode ser conferido logo abaixo.

OLIVIA HOLT | DESCASQUE OUTRA CAMADA E CANALIZE AINDA MAIS PODER

Olivia Holt está caminhando direto para o desconhecido este ano e, francamente, isso significa coisas incríveis para nós. A ex-estrela da Disney, de 23 anos, está desfrutando de um auge artístico pessoal com o novo seriado de TV super intrigante, “Cruel Summer”, sem mencionar o lançamento de novas músicas. Durante a pandemia, a atriz e cantora trabalhou arduamente, apesar das circunstâncias complicadas e perturbadoras, criando alguns de seus melhores trabalhos – e sem dúvida, de acordo com a estrela em ascensão, seu mais desafiador.

Holt está no comando de “Cruel Summer”, que está rapidamente se tornando um fenômeno adolescente e gerando inúmeras conversas a respeito. Não indo muito além sobre série indulgentemente deliciosa, mórbida, assustadora e viciante – que se passa ao longo de três verões na pequena cidade do Texas – seguimos um mistério retorcido e revelador. A encantadora e aparentemente perfeita Kate – interpretada por Holt – desaparece no porão do vice-diretor, e outra garota toma seu lugar. “Foi a leitura mais rápida que já li”, diz ela sobre o período anterior às filmagens. “Recebo roteiros o tempo todo e às vezes levo dias para lê-los. Mas este eu li de uma só vez e imediatamente quis fazer parte do projeto.”

Apesar de ser feito sob medida para um público jovem adulto (embora eu ouse dizer que o projeto provavelmente entreterá e atrairá todas as faixas etárias), a série está longe de ser leve e simples. O enredo horripilante, que se passa ao longo de três anos, funciona mais como três programas separados ocorrendo simultaneamente. Ao fazer isso, Holt nos leva em uma jornada desafiadora e angustiante. Tendo que sentar-se com o papel por semanas sem pausa, ela incorporou a tragédia vivida por Kate – um retrato que é impenetrável e denso, com a contribuição de Holt inflexível e profundamente comprometida. Ela é rápida em apontar, porém, que o processo não foi fácil e ocasionalmente cobrava seu preço. “Tive mais dias desafiadores que qualquer coisa”, ela reflete. “Eu tive que fazer muitas pesquisas e me educar sobre muitos assuntos realmente intensos e pesados.”

Em meio à onda de avaliação cultural ocorrida em Hollywood nos últimos anos, Holt confronta e ignora estereótipos dados às mulheres no cinema. “Cruel Summer” rejeita a unidimensionalidade frequentemente atribuída aos contemporâneos de Holt, apresentando um elenco ousado de mulheres empáticas, imperfeitas, poderosas, confusas, amorosas e complexas. Como Holt descreve, “adoro assistir projetos onde há uma mulher principal e onde elas têm todas essas camadas – elas não são apenas superficiais, não têm aquele estereótipo.”

Apesar de parecer um drama adolescente, o seriado aborda conversas desafiadoras raramente presentes na TV. “Tivemos muita comunicação e conversas sobre como iríamos fazer isso”, Holt compartilha sobre como navegar na escuridão do assunto, a importância da precisão e a necessidade de ser respeitoso. “O diálogo foi tão importante! Assim como os pequenos looks, como cada pequeno detalhe desse episódio, foi tão importante mostrar. Sou uma pessoa melhor por causa desse papel e estou muito mais ciente de quem sou e de quem são as mulheres ao meu redor.”

Como mencionado, a TV não é o único campo criativo que Holt revisitou neste verão. Ela também criou uma música inteiramente nova em cima de seus compromissos de atuação. É uma nova era, e ela está tematicamente no caminho certo, “Next”, não é exceção. A música, lançada no final de junho e co-escrita por Meghan Trainor, parece e soa como libertação e alegria – um testemunho de como Holt cresceu e mudou ao longo dos anos. Em referência à sua tristeza e crescimento, Holt compartilha: “Estou começando a abraçar essas coisas, em vez de me sentir insegura sobre elas. E eu sinto que estou em um espaço livre, e esse é o tom de onde está minha música. Eu quero que seja vulnerável, e quero que seja real, bruto e transparente, mas também quero que seja divertido, porque eu quero que as pessoas aproveitem a vida e desfrutem de cada pequena coisa sobre si mesmas – e não tenham medo de simplesmente deixar ir.” Após este ano desconcertante de isolamento e reflexão, esses hinos satisfatórios para o crescimento feminino parecem ter chegado na hora perfeita.

Como uma jovem potência feminina, está claro que Holt realmente transformou os desafios em lições e munições significativas. “Agora aprendi o poder do ‘Não’”, diz ela. “E acabei de ganhar toda uma nova competência sobre a tomada de decisões, seja pessoal ou profissional – a resiliência está lá.” Isso é registrado como um mantra para as mulheres que encontram seu valor próprio e força, e Holt acrescenta pensativamente: “Eu só quero amar cada camada de mim e ter uma tribo que seja minha campeã”.

Agora que estamos por dentro do novo conteúdo da Olivia Holt, é difícil não querer mais. Não podemos deixar de perguntar a ela o que todos estão morrendo de vontade de saber – e quanto à segunda temporada? “Se entrarmos na segunda temporada e continuarmos com essa história, acho que há alguns tópicos interessantes aí, mesmo que vá em uma direção diferente.” Depois de uma conversa com Holt incrivelmente madura e perspicaz, não há muitas reservas sobre sua adaptabilidade – não importa a direção.

Postado por Douglas no dia 26 de julho de 2021